Um som difícil de definir, sua música acaba soando mais folk. Escreve sobre jovens adultos, normalmente perdidos.

Em 2014 foi apontando ao lado de SILVA, Apanhador Só e Lucas Santtana, como uma das grandes surpresas da nova música Brasileira pela revista Vogue Portugal.

Seu Primeiro trabalho chamado Lenhador (2014), foi classificado como ótimo por diversos blogs especializados. Em 2015 lança Inverno produzido por João Erbetta (Los Pirata/Jeneci) e mixado por Zé Nigro. O disco tem 10 faixas que permeiam a relação do autor com a cidade de São Paulo e conta com a participação do Uruguaio Gonzalo Deniz.